O que fazer quando sinto uma tristeza profunda?

Sarita Barrocas
|
13/04/2021 às 11h00 - terça-feira

Você chegou até aqui, mas o caminho não está sendo fácil, não é mesmo? Angústia, tristeza profunda, falta de ânimo, sentimento de solidão… todos esses são sentimentos que você provavelmente carrega em seu coração neste momento. 

Com esse turbilhão de emoções que tornam a vida mais difícil, podemos começar a nos questionar: "a custo de quê estamos sofrendo dessa forma?", "existe solução para o que eu estou sentindo?".  

Nessas situações, é fundamental lembrar que, acima de tudo, você, eu, nós todos, temos um Amigo Fiel, Jesus, que deu Sua vida por nós, demonstrando o Seu Amor e solidariedade pela Humanidade. E assim continua fazendo, quando rogamos pela ajuda Dele.

Quando entramos na sintonia do Cristo, somos capazes de solucionar a mais íntima das dores, renovando dentro de nós a esperança, que parece estar perdida. Mas, isso não é verdade!

Todos os desafios têm solução, e estamos aqui para ajudar você a encontrá-la, tanto pelo aspecto espiritual como o material. Portanto, não tenha medo de pedir ajuda e de buscar o diagnóstico e o tratamento médico especializado, se necessário.  

 
Tela: Carl Bloch (1834-1890)

Detalhe da obra intitulada: O Consolador.

Onde encontrar forças para vencer essa tristeza profunda?

Talvez você pense: “Mas eu já tentei, estou sem forças...”. E nós dizemos que, quando Jesus, o Salvador da Humanidade, nos afiançou que Nele encontraríamos a Paz que buscamos para resolver o que nos aflige, nos referimos a esta afirmativa: 

"Minha Paz vos deixo, minha Paz vos dou. Eu não vos dou a paz do mundo. Eu vos dou a Paz de Deus, que o mundo não vos pode dar. Não se turbe o vosso coração nem se arreceie. Porque Eu estarei convosco, todos os dias, até o fim do mundo!” (Santo Evangelho, segundo João, 14:27; e Mateus, 28:20).

A força que você precisa para vencer essa tristeza profunda e que tira sua energia, está no Alto, no Médico Celeste, Jesus. Mesmo quando os recursos terrenos parecem escassos, o amparo espiritual nunca o será!

Conquistar a Paz de Deus é alcançar a fortaleza de Alma, a confiança de que não estamos sós neste mundo, que sempre haverá esperança em dias melhores e procurar olhar para além do desafio, encarando-o com coragem e revertendo-o em oportunidade de crescimento e aprendizado.

Isso lhe dará ânimo e disposição para, inclusive, prosseguir com o imprescindível cuidado da medicina material, também criada pelo Pai Celeste para nos auxiliar em nossa caminhada terrena.

Ensina o Irmão Paiva Netto, presidente-pregador da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo:

“Todos nós, seres espirituais e humanos, somos, a cada dia, convocados às contas pela Mestra Dor para o entendimento das realidades mais profundas, de forma que possamos SUPORTAR e SUPERAR os desafios da existência”.

shutterstock

E JAMAIS pense que o suicídio poderá de alguma forma aliviar as suas dores ou de quem você ama. Pelo contrário, ele acarreta muitos outros sofrimentos e nos afasta ainda mais da Felicidade e tranquilidade de Alma que tanto você busca.

O Espírito permanecerá vivo e terá que conviver com a mesma tristeza profunda de antes, porém, agora, agravada pelo terrível ato que cometeu contra si mesmo. Alerta o saudoso Irmão Alziro Zarur (1914-1979), proclamador da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo:

“O suicídio não resolve as angústias de ninguém”.

+ Leia aqui: O que acontece com quem se suicida?

O que devemos fazer é lutar pela vida, assim como Jesus fez, ao ressuscitar no terceiro dia, após a crucificação (Evangelho, segundo Lucas, 23:33-56 e 24:1).

Ele provou que a vida é eterna e que nossas verdadeiras vitórias e conquistas espirituais e terrenas dependem do Bem que praticamos, além de nossa perseverança diante das adversidades que o mundo nos apresenta. 

E mais, aprendemos na Religião Divina que o Cristo jamais permitiria situações de tristeza profunda para nos castigar. Afinal, a Misericórdia Divina existe e é atuante, fazendo com que a Dor não seja punitiva, mas pedagógica.

Ela acontece para nos mostrar nossos erros e como podemos melhorar, além de nos despertar para a força que temos em nosso interior, e que muitas vezes desconhecemos. 

+ Por que Deus permite o sofrimento?

Se você precisa de ajuda, clique no botão abaixo:

O que causa o sentimento de tristeza profunda na Alma?

Primeiramente, precisamos levar em conta que o contexto atual tem sido muito sofrido. 

Estamos em meio a pandemia da Covid-19 há mais de um ano. Tenha certeza de uma coisa: isso não está sendo fácil para ninguém.

Milhares de pessoas sofrendo e muitas outras adoecendo. Quem vence essa doença ou não é infectado (Graças a Deus!), segue a vida, mas com incertezas e receios. No momento atual, precisamos nos adaptar a um mundo diferente, com muitas limitações e sofrimentos coletivos. 

Então, meu amigo, minha amiga, não se culpe ou se julgue por se sentir assim. Diante de tudo isso, é natural que esteja com essa dor em sua Alma. 

Além dos problemas trazidos pela pandemia, muitos outros podem vir a tirar nossa paz: conflitos na família e no relacionamento conjugal, problemas no trabalho, preocupação com as pessoas que amamos, dificuldades financeiras ou de saúde, autocobrança excessiva, etc.

+ Como vencer a autocobrança excessiva e ser mais feliz?

+ Sentimento de culpa: como superar?

+ Como controlar a ansiedade a alcançar a tranquilidade de Alma?

No entanto, não devemos deixar o medo ou o desânimo nos omitir diante deles. É importante pensar que todos os dias temos uma nova chance de encará-los e vencê-los. 

E como aproveitar bem essas chances? Orando a Deus de forma verdadeira, pedindo Sua proteção, intuição e inspiração. Dessa forma, estaremos mais próximos de solucionar nossos desafios. Diz o Irmão Paiva Netto:

"Todo dia é dia de renovar nosso destino. Por esse motivo, faz-se primordial não crer em dificuldades intransponíveis e nunca desanimar do Bem".

O Mestre dos mestres nos dá a certeza de que podemos e vamos superar. Afinal, foi Ele quem afirmou: “Aquele que perseverar até ao fim será salvo” (Evangelho, segundo Marcos, 13:13).

Ao nos encorajar a seguir em frente e perseverar, o Cristo de nenhuma forma ignora a tristeza profunda que estamos sentindo agora. 

Pelo contrário, nos auxilia a tirar lições valiosas da dor e continuar nossa jornada com mais qualidade de vida espiritual, psicológica e material. Portanto, Ele não nos deixa desamparados.

Quer sentir essa presença luminosa agora mesmo em seu coração? Que tal parar um instante a leitura e falar com Deus

Sim! Podemos elevar nossos melhores sentimentos ao Universo, a Deus, em qualquer momento, horário ou lugar. Direcionar nosso pensamento e toda a sinceridade de nossa Alma ao Pai Celestial. Acalme o seu coração, respire profundamente e acompanhe estas palavras:

 

Há mais de 70 anos, o saudoso Irmão Alziro Zarur (1914-1979), proclamador da Religião Divina, em sua pregação radiofônica, já convidava a todos para esse colóquio sem intercessores: “VAMOS FALAR COM DEUS”.

+ Leia: 5 orações para fortalecer a fé e a confiança em Deus

Como saber se o que eu sinto é tristeza?

Quão profunda e constante é esse sentimento de tristeza? Você se lembra quando começou? 

É preciso prestar bastante atenção, por exemplo: se já não se sabe mais o porquê dessa tristeza, se é desproporcional ao que você está vivendo no momento e se está persistindo por mais de 15 dias, tirando a sua disposição, ânimo ou atrapalhando sua rotina. Cuidado, esse pode ser um caso de depressão.

Sobre isso, nos esclarece o psiquiatra do Departamento de Psicologia Médica e Psiquiatria da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), o Dr. Neury José Botega, em entrevista para a Boa Vontade TV:

“Geralmente a tristeza acontece depois de uma perda, de um acontecimento que me deixa triste, e eu percebo que estou triste por causa daquilo que aconteceu. Na depressão, nem sempre. Eu posso estar deprimido e não encontrar exatamente a causa para a minha depressão”. 

Shutterstock

De acordo com uma pesquisa da Universidade de São Paulo (USP), o Brasil lidera o número de casos de transtorno depressivo, desde o início da pandemia. Além disso, é a doença mais incapacitante do mundo atualmente, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

A depressão é uma doença muito séria, com vários graus, e que se não for tratada adequadamente, pode levar a pensamentos suicidas e até mesmo ao extremo ato do suicídio. 

+ Como vencer a depressão

Não tenha medo ou vergonha de procurar o auxílio necessário para enfrentar esse desafio. As doenças mentais necessitam de atenção e cuidado tanto quanto as doenças do corpo. 

Afinal, cuidar de nossas emoções e pensamentos é o primeiro passo para que tenhamos equilíbrio, e com ele, sermos capazes de ultrapassar os momentos de tristeza profunda em nossa vida. 

+ Transtornos mentais e espiritualidade 

Procure ajuda

Muitas vezes, são tantas as angústias que estão em nossa Alma que ficamos confusos e perdidos. Então, se não estiver conseguindo lidar com tudo isso sozinha ou sozinho, procure alguém para auxiliar, ouvir você, e lhe ajudar a buscar uma solução.  

Existem profissionais, cientistas da saúde humana que sabem a melhor maneira de como superar essa etapa difícil da vida. Tenha certeza disso!

Além, de procurar um familiar, amigo ou conhecido que, ao lhe estender a mão, pode caminhar com você em direção a essa renovação interior. 

Essencial é não se perder em meio a essa tristeza profunda. Pois há vida em você! Há vida em mim! Em todos nós! E somos maiores do que qualquer dor que nos acometa. 

O presidente-pregador desta Casa Bendita, o Irmão Paiva Netto, nos conforta ao dizer: 

"Enquanto houver Vida, haverá saída. E a Vida é eterna".

A vida não acaba nesta existência material, ela prossegue em outras dimensões espirituais. Tudo o que enfrentamos na Terra são valiosas oportunidades, a fim de que alcancemos a evolução espiritual que cada um necessita.  

+ Entenda mais sobre propósito espiritual 

Por isso, é preciso cuidar do que fazemos e temos hoje, para que o amanhã seja glorioso.

Se você precisa de ajuda ou deseja receber uma palavra amiga, fale conosco. No botão abaixo, encontre uma rede de apoio, pessoas dispostas a acolher e oferecer conforto para as dores que você está sentindo, através do conhecimento espiritual. É totalmente seguro e sigiloso. 

Avalie este conteúdo