Orar por alguém funciona?

Bárbara Bigas
|
17/12/2021 às 11h05 - sexta-feira

Orar por alguém é uma atitude nobre e caridosa! Quando nos preocupamos com uma pessoa amada ou sabemos de um grupo de pessoas que passa por um sofrimento, mesmo não podendo ajudar de forma direta (material, financeiramente ou estarmos juntos fisicamente, por exemplo), temos o valioso recurso da oração intercessória a nosso favor.  

Ela se dá quando oramos pensando em outra pessoa. Dedicamos o melhor do nosso coração, enviamos sinceras vibrações de amor, força e ânimo, que chegam até ela e ajudam de inúmeras formas, como veremos mais à frente.  

Muitas vezes, se ora pela proteção dos filhos que saem todos os dias para ir à escola, por um familiar que precisa vencer o vício das drogas, por conhecidos que enfrentam problemas de saúde ou por histórias e fatos que percorrem o mundo e entristecem a Alma.  

A oração pela paz no mundo também é uma ótima forma de contribuir com os nossos irmãos em Humanidade, especialmente em tempos de guerra e crises humanitárias.  

Todos nós podemos estabelecer esse diálogo franco com Deus, seja através da prece, da reza ou da meditação, independentemente de tradição religiosa ou filosofia de vida. 

Portanto, oremos pela paz e pela segurança de todas as pessoas e famílias:

PRECE DA CARIDADE
Autoria: 
Malba Tahan  

Ó Jesus, Divino Modelo da Caridade, dai-me aqueles puros sentimentos de Amor ao próximo, de que nos deixastes tão admiráveis exemplos; fazei, Senhor, que eu ame santamente os meus semelhantes por Amor de Vós, que nunca deles suponha mal; que lhes acuda em suas necessidades; e que, sofrendo suas fraquezas neste mundo, por amor de Vós [Jesus], possa um dia cantar com eles Vossos louvores, [assim na Terra como] no Céu!

Você também pode agendar uma Oração no Lar On-line com um de nossos pregadores ecumênicos. Clique no botão abaixo para mais informações e receba esse atendimento gratuito, seguro e sigiloso: 

Os benefícios de se orar por alguém  

Orar por alguém é benéfico para quem recebe essas vibrações de Luz, como também para quem as oferece, pois nos colocamos no lugar daqueles que sofrem e que precisam de ajuda.  

Dessa forma, passamos a enxergar os desafios de forma diferente, vencemos certos egoísmos, nos tornamos mais gratos por aquilo que temos e desenvolvemos um sentimento muito importante para a vida: a empatia.  

Com uma postura mais empática, diminuímos os desentendimentos, melhoramos as relações com aqueles que nos cercam e o dia a dia se torna menos estressante e mais harmonioso como um todo.  

Além do que, orar com sinceridade de Alma fortalece nossa sintonia com Deus, Jesus, Anjos da Guarda e Espíritos de Luz que igualmente atuam pela nossa felicidade.  

É uma ação no Bem que melhora a existência humana em todos os aspectos, ensina o presidente-pregador da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, José de Paiva Netto: 

“O que determina a direção dos nossos passos é o destino que escolhemos seguir. Somos aquilo que manifestamos ao mundo, exteriorizando o que há em nosso íntimo”. 

Se queremos viver em uma realidade com mais amor, paciência e compreensão, devemos dar o primeiro passo, agindo dessa forma. E a prece pode iniciar essa transformação interior em nós e naqueles pelos quais oramos.  

Entenda mais aspectos da oração intercessória assistindo ao vídeo abaixo: 

 

Jesus nos orienta a orar por alguém?  

Sim! E onde encontramos essa advertência na Bíblia Sagrada? Vamos relembrar alguns de Seus ensinamentos, como no Santo Evangelho do Cristo de Deus, segundo Mateus, 5:43 e 44, em que Ele trata do assunto e nos impulsiona a irmos além:  

“Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem”. (O grifo é nosso) 

Ou seja, devemos orar pelos nossos semelhantes e mais, devemos nos lembrar também daqueles que temos nossas desavenças e que enfrentam seus desafios. Use da empatia e, inclusive, aproveite esse momento e rogue para que esses laços de ódio sejam desfeitos e trabalhe por isso.  

A prece tem uma força espiritual poderosíssima! O Mestre ressalta o seu valor em diversos momentos, a exemplo da passagem “Jesus incentiva a orar” 

“Pedi, e Deus vos dará; buscai, e achareis [o Bem]; batei, e a porta vos será aberta. Porque todo aquele que pede recebe de Deus; e o que busca encontra [o Bem]; e, ao que bate, a porta lhe será aberta” (Boa Nova, segundo Lucas, 11:9 e 10).  

Ele está nos incentivando a confiar, a pedir e afirma que seremos ouvidos e atendidos! Mas é preciso que os pedidos tenham por finalidade o Bem e a Paz.  

Deus está atento a tudo que manifestamos, principalmente em nossos pensamentos e sentimentos. Portanto, se a oração intercessória for feita com verdade e buscando ser útil ao próximo, ela se converterá em realizações benéficas a todos os envolvidos nesse ato de Caridade.  

E ela pode ser cotidiana, feita com outras orações, pedindo para que o dia dessa(s) pessoa(s) seja bom e que seus medos e preocupações sejam superados. São pequenos gestos, porém com um grandioso significado, para nós, para quem recebe e aos olhos de Jesus.  

Vale destacar que orar por alguém não significa que não possamos ou que não devemos ajudar de outras formas. A prece deve estar aliada a ações de prevenção, segurança e socorro, sempre que nos for possível, e jamais deve ser usada como desculpa para a inércia diante da resolução daquilo que faz mal a nós ou ao próximo.  

Você pode orar conosco por alguém! Clique no botão abaixo para conhecer como funciona e agendar uma Oração no Lar On-line com a Religião Divina:

Oração intercessória e a ciência 

No livro As profecias sem mistério, o já citado presidente-pregador da Religião do Terceiro Milênio, José Paiva Netto, no capítulo “Oração e Ciência”, compartilha interessante estudo sobre os benefícios da oração intercessória: 

“Quanto ao tema de que estamos tratando, bem oportuna é a recente matéria publicada pela UnB Agência, em seu site (www.unb.br), sob o título 'Efeitos da prece na saúde'. Nela, é apresentado notável estudo da Faculdade de Medicina da Universidade de Brasília (UnB), em que fica clara a ação da prece sobre as células humanas.   

Médico e professor titular de Imunologia da Faculdade de Medicina (FMD) da Universidade de Brasília (UnB), Carlos Eduardo Tosta não se considera um religioso no sentido convencional do termo. Mesmo assim, uniu ciência e religiosidade em uma pesquisa que desenvolveu durante três anos (de 2000 a 2003) no Laboratório de Imunologia Celular da FMD. A finalidade: estudar o efeito da prece sobre a saúde das pessoas. Ele usou como referência um estudo pioneiro de 1988, desenvolvido na Califórnia, no Hospital Geral de São Francisco. O médico Randolph Byrd pesquisou um grupo de 393 pacientes da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) coronariana que recebiam o mesmo tratamento médico. Eles foram divididos em dois grupos e um deles recebia prece intercessória a distância. Os resultados da pesquisa mostraram que, após receberem preces, os doentes melhoravam em alguns aspectos. Eles necessitavam de menos medicamentos como antibiótico e diurético, sofriam menos edema de pulmão e insuficiência cardíaca e quase não precisavam ser entubados para manutenção da respiração. Na pesquisa realizada na FMD, o diferencial foi o envolvimento de pessoas sadias, no lugar de enfermos. Participaram 52 estudantes de medicina, divididos em pares do mesmo sexo e da mesma idade. A ideia era verificar se a prece intercessória a distância poderia alterar a função de células de defesa, como os monócitos e os neutrófilos. Para a satisfação da equipe, os resultados revelaram que as células de defesa sofreram influência da prece. Quando os indivíduos que receberam a prece foram comparados com os que não receberam, ou o mesmo indivíduo foi comparado antes e depois de ser alvo da prece, comprovou-se que a prece aumentou a estabilidade da função celular, o que quer dizer que as células funcionaram melhor. ‘“Quando interpretamos os dados, observamos que a prece teve o papel de induzir equilíbrio e isso faz sentido, já que em medicina equilíbrio é sinônimo de saúde’”, explica o pesquisador responsável pelo estudo”.  

Conclusão 

Com os resultados desse estudo e outros pontos aqui apresentados, percebemos que sim, orar por alguém funciona! E traz muitos benefícios espirituais e materiais, portanto, busquemos incorporar à nossa vida esse bom hábito!  

Afirma o escritor Paiva Netto: 

“Quando se sentir abatido, eleve o seu coração ao Alto, a fim de melhor sintonizar o Poder Superior. Dessa forma, abastecerá a Alma para os embates da Vida. Pode ter certeza: rezar funciona”.  

Saber disso, nos faz ter a certeza de que sempre poderemos ser úteis aos nossos irmãos em humanidade, especialmente quando conhecemos as dádivas advindas da oração intercessória.  

Pratique agora mesmo esta atitude no Bem, deixando no Livro de Preces do Templo da Boa Vontade — a Sede Espiritual da Religião Divina, em Brasília, DF, os nomes das pessoas por quem você deseja dedicar a sua oração. Clique aqui para acessar!

Gostou do tema? Confira também estes posts:  

+ Oração pelos filhos

+ Oração de cura por todos os que sofrem