Deus, me ajude!

Encontre no Pai Celestial a força para se reerguer e ser feliz

Eduardo Izaias
|
25/03/2020 às 16h05 - quarta-feira

Deus, me ajude! - Não há clamor mais belo do que aquele proferido com a profundidade do sentimento bom.

Muita vez essa rogativa soa em nossa alma como um grito de socorro a nos lembrar que precisamos de ajuda, e essa voz faz emergir a presente certeza de que nunca estivemos abandonados.

A intervenção Divina sempre esteve posta diante de nós, como uma mão acolhedora estendida ao nosso amparo e, por essa razão, toda prece envolvida no Amor e na Fé Realizante encontra sua feliz destinação.

É como nos lembra o presidente-pregador da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, o Irmão Paiva Netto:

“Nunca se soube que Jesus jamais deixasse de responder ao apelo de uma Alma sentida.”

+ POR QUE DEUS PERMITE O SOFRIMENTO?

Vale aqui um convite, se você gostou desse pensamento, tanto quanto nós gostamos, aproveite para cantá-lo com a força comovente de uma verdadeira oração:

O primeiro resultado de uma súplica feita com sinceridade se caracteriza no restabelecimento da paz. Como o medicamento imediato dando conforto ao espírito ferido antes do devido tratamento.

É necessário valorizar essa conquista, pois o primeiro passo de cada jornada é tão valioso quanto aqueles que o seguem, que devem ser acompanhados do decidido apelo: Deus, me ajude.

Um grande exemplo do apoio que se estabelece na vida daqueles que desejam e buscam a Proteção Celeste, encontramos na passagem do Santo Evangelho do Mestre Amado, segundo Mateus, 8:23 a 27, Jesus acalma uma tempestade:

23 E, entrando Jesus no barco, Seus discípulos o seguiram;

24 E eis que no mar se levantou uma tempestade, tão grande que o barco era coberto pelas ondas; Ele, porém, estava dormindo.

25 E os Seus discípulos, aproximando-se, O despertaram, dizendo: Senhor, salva-nos! que perecemos.

26 E ele disse-lhes: Por que temeis, homens de pequena fé? Então, levantando-se, repreendeu os ventos e o mar, e seguiu-se uma grande bonança.

27 E aqueles homens se maravilharam, dizendo: Quem é Este, que até os ventos e o mar lhe obedecem?

Tela: James Tissot (1836-1902)

Detalhe da obra: Jesus acalmando a tempestade.

LEIA MAIS:

+ POR QUE DEUS PERMITE O SOFRIMENTO?

O medo nos afasta das repostas de Deus

O Cristo de Deus, como sempre acontece, não se negou a atender o pedido dos discípulos, contudo, fez questão de, antes de acalmar o mar em tormentas, fazer cessar o temporal que irrompia no íntimo deles, ao perguntá-los no versículo 26, “Por que temeis, homens de pequena fé?”.

O temor falava tão alto em seus pensamentos a ponto de tirar daqueles Apóstolos, alguns deles experientes pescadores, portanto acostumados a enfrentar adversidades na navegação, o equilíbrio para o melhor enfrentamento da tribulação. Cabe aqui uma necessária advertência do Irmão Paiva a nos despertar a consciência:

Ter medo é o mesmo que dizer a Deus: “Não creio em Ti, Senhor”. E isso jamais o faremos.

É importante destacar que não desejamos condenar quem quer que seja, tendo em vista que naturalmente nós, simples seres humanos, já sentimos receio diante dos obstáculos que se colocam em nosso destino. Entretanto, que isso não nos faça perder a melhor capacidade de enfrentamento ou nos tire a percepção das competências que temos para vencer.

Mantendo a perfeita integração com o Poder Divino soará de nosso peito a exclamação: Deus, me ajude, não como o berro torpe de quem se entrega ao desespero, mas o corajoso brado de quem confia ardentemente no Poder Extraordinário de Jesus.

"Deus, me ajude a entender as situações da minha vida"

Às vezes, não parece fácil começar uma oração. Que palavras usar? De que forma falar?  Muitas pessoas sentem até medo de falar com o Pai Celestial.

Contudo, Ele sempre está disposto a nos ouvir e a todo momento podemos nos conectar com nosso Criador se nossas orações forem contituídas das palavras mais sinceras nascidas da Alma.

Ouça uma Prece em forma de música, com os olhos fechados e procurando falar com o próprio Cristo dentro de você. Temos certeza que começará a compreender, com mais sabedoria, algumas situações em sua vida:

Boas Ações e a Ajuda Bendita dos Céus

As atitudes inspiradas pela crença nessa Força Maior que nos guia são muito mais eficientes do que aquelas guiadas pelo temor. É importante lembrar que, ao lado da fervorosa confiança, se faz necessário o devido merecimento construído e sedimentado na plena realização do bem.

Por essa razão fazemos questão de ressaltar aqui o necessário entendimento do que é viver a Fé Realizante: (...) aquela que nos une aos Poderes Superiores, pacifica a nossa Alma e nos motiva a realizar o Bem na sociedade. (...) O seu dever é criar e agir num ambiente sem intolerância, que vem sendo, pelos séculos, um dos maiores tormentos da humanidade".

Essa definição foi grafada pelo presidente-pregador da Religião Divina em entrevista concedida à jornalista portuguesa Ana Serra, acerca do livro dele "Reflexões da Alma", lançado em terras lusitanas pela Editora Pergaminho, em 2008.

LEIA MAIS:

+ POR QUE DEUS PERMITE O SOFRIMENTO?

Portanto, não se esqueça jamais a Quem recorrer em qualquer instante da existência, pois a Misericórdia Infinita sempre virá ao seu encontro beneficiando com as forças necessárias para vencer as lutas da existência.

Oferecemos para o conforto de seu sentimento, esse extrato do livro Jesus, a Dor e a origem de Sua Autoridade – O Poder do Cristo em nós, de autoria do escritor Paiva Netto, na página 69, com o subtítulo Deus:

"Só haverá uma solução: Deus! Um amparo definitivo: Deus! Os sobreviventes só descobrirão um caminho para escapar da loucura coletiva: Deus! Os povos e as nações terão somente um comandante e professor para ensinar-lhes o soerguimento de suas populações, dizimadas e enfermas: Deus! E, com Ele, Jesus Cristo e as Almas da mais elevada categoria (o Espírito Santo), que formam o Governo Oculto da Terra, o qual não deixa de existir se alguém — que não o vê — não acredita nele."

Shutterstock

Todos os dias somos desafiados a mostrar a competência de nossos maiores valores em qualquer ambiente que estejamos. Assim, serão indispensáveis as virtudes que Jesus nos ensina a viver e que nos cabe seguir. E podemos ter a certeza de que vamos conseguir.

Olhemos para frente com a confiança que o Divino Amigo abrirá novos e vitoriosos caminhos para sermos testemunhas do que hoje se tem por inacreditável, ademais, o impossível é só o milagre que ainda não aconteceu.

+ POR QUE DEUS PERMITE O SOFRIMENTO?

Esse conteúdo fez bem a você? Inscreva-se no formulário abaixo (leva menos de um minuto). Dessa forma, você vai receber, por e-mail, mais textos, vídeos e podcasts para que encontre o amparo de Deus em sua vida.

Jesus está sempre com você e nós também!

__________________ 

*Eduardo Izaías é pregador-ecumênico da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo.

Avalie este conteúdo