A Nova Aliança com Deus exemplificada no Templo da Boa Vontade

Da Redação
|
10/07/2019 às 18h30 - quarta-feira

O Pai Celestial sempre esteve comprometido com o progresso espiritual da Humanidade. As escrituras Sagradas evidenciam isso ao registrar a Aliança de Deus com os seres humanos e espirituais em vários momentos, pelas mais variadas formas e personagens. 

Narrativas que aparecem desde o Antigo ao Novo Testamento, bem como no Apocalipse de Jesus. A exemplo do capítulo 11, versículo 19, quando no último livro da Bíblia Sagrada, João vê no Templo de Deus, que se acha no céu, a Arca da Aliança.

O que significa esse símbolo sagrado e como podemos promovê-lo em nossa vida? Descubra também qual é a Nova Aliança apresentada pelo Cristo em Seu Evangelho. 

shutterstock

Quem ou o que é Deus?

Para darmos início a esse estudo, faz-se necessário refletir sobre quem ou o que é Deus. Jesus revelou à mulher samaritana, no poço de Jacó, algo que mudaria para sempre a nossa concepção sobre o Pai Celestial. Afirmou o Divino Mestre: “Deus é Espírito” (Santo Evangelho, segundo João, 4:24).

Sobre a magnitude do Criador, ensina o Presidente-Pregador da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, José de Paiva Netto, em seu livro Jesus, a Dor e a origem de Sua Autoridade — O Poder do Cristo em nós, no subtítulo "Jesus, a Teoria DE Tudo e a Teoria DO Tudo": 

Deus não tem forma humana. Logo, não se trata do que tão restritivamente alguns ainda cogitam a Seu respeito. O Ser Humano por enquanto não O vê, mas pode senti-Lo toda vez que, em verdade, ama, e Dele se afasta quando odeia. Deus seria, poetizando, uma Sublime Equação cujo resultado é o Amor Infinito: O TUDO”.

Essa Aliança com Deus é eterna, ela sempre existiu e existirá e, quando devidamente compreendida, é capaz de trazer muitos benefícios aos seres humanos e espirituais. Mas, infelizmente, poucos a aproveitam... 

Podemos observar no cenário atual que a violência, a desigualdade, o preconceito, o mau uso dos recursos naturais evidenciam a falta de compromisso dos povos com os seus indivíduos e famílias, e com o seu meio ambiente.

Estaríamos nós comprometidos com a igualdade e liberdade de todos? Não estaria ocorrendo uma quebra de Aliança com a própria preservação da Humanidade?

Veja a seguir versículos bíblicos sobre a Aliança de Deus com a Humanidade: 

A Aliança Espiritual

Como criaturas de Deus, possuímos capacidades divinas que nos permitem despertar em nós o que há de mais solidário e, ao mesmo tempo, científico e estratégico, para atuarmos de forma preventiva e direta nas questões que afligem a sociedade.

É fundamental, para isso, que entendamos esse elo, essa Aliança espiritual que estabelecemos. Sobre isso, discorre Paiva Netto, em seu livro Jesus, o Profeta Divino, no subtítulo "Aliança eterna":

“Aliança feita, nada mais, nada menos que com Deus, por Abraão e mantida por Isaque e Jacó, simbolizando os entes terrestres com responsabilidades de comando, espirituais, religiosas, sociais, políticas, e o próprio povo, que mais deve elevar a sua consciência às Supremas Alturas, de onde nos vêm as melhores inspirações, pois o governo da Terra realmente começa no Céu. Basta ver que — com tantos celerados — ainda não conseguimos atear fogo neste querido planetinha, que tanto amo. Alguém, acima da nossa atual compreensão dos fatos, tem conseguido impedir a baderna absoluta. Diante disso, é possível assimilar que essa Aliança Eterna realizou-se em benefício das criaturas, terrenas e espirituais. Sendo quebrada por atos degradantes, os resultados serão os piores possíveis. Dá para entender?”.

Um convite amigo

Apesar de a Humanidade ter recebido diversas vezes de seu Criador o convite sagrado ao diálogo e à Aliança, Deus de forma alguma desrespeita o livre-arbítrio de quem quer que seja. A decisão é nossa de manter ou quebrar esse Compromisso Divino.

O risco de viver afastado Dele, contudo, é grande, afinal, à medida que nos afastamos do Pai Celestial nossa referência de humanidade e de Amor também se distancia.

Pelo exercício da Caridade, Jesus ampliou a visão das pessoas a respeito de como se conectar com o Criador. Trata-se de uma escolha consciente de cada um, é um comportamento de doação, de Amor, que se renova cotidianamente.

Tela: Michelangelo Grigoletti (1801-1870)

Detalhe da obra: O Sermão da Montanha.

Por isso, o Cristo Ecumênico, portanto, Universal, nos revelou a Fórmula para estarmos com Deus:

"13:34 Novo Mandamento vos dou: amai-vos como Eu vos amei. 
13:35 Somente assim podereis ser reconhecidos como meus discípulos, se tiverdes o mesmo Amor uns pelos outros.
15:13 Não há maior Amor do que doar a própria Vida pelos seus amigos" (Santo Evangelho, segundo João, 13:34 e 35; 15:13).

+ Leia na íntegra o Tratado do Novo Mandamento de Jesus, reunido pelo Irmão Paiva

A vivência desse ensinamento, que é a “essência de Deus” na definição do saudoso proclamador da Religião do Terceiro Milênio, Alziro Zarur (1914-1979), representa a Nova Aliança com o Pai Celestial, a qual se estabelece no pensamento e no coração de cada um.

Assim como o profeta Jeremias anunciou em seu livro do Antigo Testamento, 31:33:

“Porque esta é a aliança que firmarei com a casa de Israel, depois daqueles dias, diz o Senhor: Na mente, lhe imprimirei as minhas leis, também no coração lhas inscreverei; eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo”.

Templo da Boa Vontade e a Nova Aliança com Deus

É, portanto, tempo de escolha e renovação! Diante desse cenário e dos inúmeros desafios que se apresentam à sociedade, o Templo da Boa Vontade (TBV) configura-se como lugar ideal para aprimorar essa Parte Divina que há dentro de nós. 

Explica o fundador do Monumento, José de Paiva Netto, em seu artigo A abrangente missão do Templo da Boa Vontade

"Há muito tenho explicado que o Templo da Boa Vontade (TBV) surge para cumprir uma especial finalidade no mundo. Abrigando o Conselho Deliberativo Mundial da Boa Vontade (um dos departamentos do ParlaMundi da LBV), ele é destacado também como o Templo do Ecumenismo Divino, não somente porque suas portas estão abertas a todos os seres de Boa Vontade, mas porque propõe a conciliação universal de todo o patrimônio espiritual, humano, moral, cultural, numa poderosa força a serviço dos povos terrestres, de outros orbes celestes e do Mundo Espiritual Invisível.

Cizânia, radicalismo, hostilidades de todos os matizes devem permanecer afastados dos debates e das proposições religiosas, filosóficas, políticas, científicas, econômicas, esportivas, o que mais o seja, pois o ser humano nasce na Terra para viver em sociedade, Sociedade Solidária".

Divulgação TBV

Localizado em Brasília, o monumento é o mais visitado da capital do Brasil, com mais de 1 milhão de peregrinos, segundo dados oficiais da Secretaria de Estado de Turismo do Distrito Federal (Setur-DF).

Ele é também conhecido como a Pirâmide dos Espíritos Luminosos, a Pirâmide das Almas Benditas, e foi erguido com a ajuda do povo para convidar, de forma ecumênica, todas as criaturas para a renovação da Aliança com Deus.

+ Conheça mais sobre os Ambientes Sagrados e a história do Templo da Boa Vontade

Além de propiciar ambiente de recolhimento para integração com o Criador, o Templo da Paz nos concede o aprendizado prático do Novo Mandamento do Cristo, a partir do exercício do respeito, da Fé e do entendimento dos povos. Promove, portanto, a integração de todas as dimensões: Terra e Céu. 

Participe dos 30 anos do TBV! 

Em 2019, o Monumento completa 30 anos e uma grande festa espiritual e material ocorrerá no dia 19 de outubro, com a presença de seu fundador! Os preparativos para essa grande celebração já começaram no Mundo Espiritual Superior, conforme mensagem transmitida no último 13 de julho.

Dentro da Revolução Mundial dos Espíritos de Luz, na Quarta Revelação, a Religião Divina, afirmou o Irmão Flexa Dourada (Espírito): 

FD: No Mundo Espiritual, estamos em ritmo dos 30 anos do Templo da Boa Vontade!

FD: Vamos estudar esta semana o Apocalipse Redentor de Jesus, capítulo 11. Tem o Santo Evangelho do Cristo e também o Apocalipse Redentor de Jesus que o Irmão de Paiva conhece muito bem.

FD: Lá no versículo 19, do capítulo 11 do Apocalipse, está a Arca da Aliança vista dentro do Templo de Deus. Os Legionários da Boa Vontade de Deus e Cristãos do Novo Mandamento vão ao Templo da Boa Vontade ver e ter acesso a essa Arca da Aliança.

FD: Por isso, a necessidade de aumentar a Fé e as boas obras de todo mundo. O Irmão de Paiva persevera em Jesus; então sabe muito bem fazer isso!

+ Confira Mensagem Espiritual na íntegra 

+ Saiba mais e participe das comemorações de 30 anos do TBV!

Nosso convite é que você também peregrine ao Templo da Boa Vontade e estabeleça seu diálogo com Deus, o Pai Celestial de todos nós!

O Templo da Paz está localizado no SGAS, 915 Sul. Telefone: (61) 3114-1070. Aproveite também para seguir o Monumento no Instagram e curtir a página no Facebook.

Avalie este conteúdo