Oásis de Concreto

Letra inspirada no pensamento do escritor Paiva Netto
Letra: 
Luiz Paiva de Oliveira, Leonardo Mattiuzzo
Música: 
Alexandre Salles, Luiz Paiva de Oliveira, Leonardo Mattiuzzo
Interpretação: 
Banda Soul Livre
Gênero: 
Pop

Socorro! Procuro afago pro mundo,
Pois, como está, não existe futuro.
E se algum dia não restar chão?
O céu em espessa escuridão...
Adiantará pedir perdão,
Rogar Divina intervenção?

Ninguém pensou se o mundo agüentaria
Frio polar às quinze para o meio-dia.
Ninguém racionou,
E o Planeta pirou!
Quem, senão nós,
Esbarrou no detonador?

Oh, não! Ainda há solução?

Refrão
Preserve, porque
"A destruição da natureza
É a extinção da Raça Humana", Pois o que faço a mim regressa.
Não confunda justiça com vingança.

Fome, miséria, tragédias... pudera!
Não somos só platéia,
Filhos do Planeta Terra!

Aliás,
E se não sobrar nada mais?
Nem prédios, cidades ou moais?
Tanto faz,
Se acharemos demais
O perfume das flores artificiais...

Como mudar antes que tudo mude?
A consciência reagirá, dando conta do recado?
Ou não haverá, num remoto futuro,
Mais Planeta algum a deixar como legado.

Refrão

Socorro! Procuro afago pro mundo!
E grito! E luto! E creio! Futuro!
Ousar! Missão! Pensar! Ação!

Enquanto houver um sopro no pulmão!

Avalie este conteúdo

Lista de músicas - 83 Músicas

Templo da Boa Vontade