Como se preparar para a Volta Triunfal de Jesus à Terra?

Rafael Ramalho
|
19/03/2024 às 09h25 - terça-feira

“JESUS ESTÁ CHEGANDO!” Quando lê esse enunciado, o que você sente? Esperança? Pressa? Alívio? Paz? Medo? Arrependimento?... O que representa a Volta de Jesus para você?

Para ajudar nesta reflexão, que proporciona alegria a muitos corações, é crucial ponderar sobre como estamos nos preparando para esse dia esplendoroso, o qual Ele mesmo já anunciou em Seu Santo Evangelho-Apocalipse, de Seu retorno ao Planeta Terra.

Então, o Filho de Deus será visto voltando sobre as nuvens, com poder e grande glória.
Ora, ao começarem estas coisas a suceder, exultai e erguei as vossas cabeças, porque a vossa redenção se aproxima.

(Evangelho de Jesus, segundo Lucas, 21:27 e 28)

Portanto, preparar-se para a Volta de Jesus, acerca da qual Ele já deixou tantos sinais, é preencher-se, revestir-se dessa luminosidade, fortalecendo a mente e o coração, para que ninguém seja apanhado despreparado, como naquela Sua advertência da Parábola das dez virgens (Evangelho de Jesus, segundo Mateus, 25:1 a 13):

1- Então, o Reino dos Céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do noivo.

2 - Cinco dentre elas eram insensatas, e cinco, prudentes.

3- As insensatas, tomando as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo,

4- mas as prudentes levaram azeite em suas vasilhas, juntamente com as lâmpadas.

5 - Como o noivo tardasse em chegar, todas cochilaram e adormeceram.

6- À meia-noite, porém, ouviu-se um grito: “Eis o noivo! Saí ao seu encontro”.

7- Então, se levantaram todas aquelas virgens e prepararam as suas lâmpadas.

8- Disseram as insensatas às prudentes: “Dai-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas se estão apagando”.

9 - Ao que as prudentes responderam: “É possível que não haja o suficiente para nós e para vós; ide antes aos que o vendem e comprai-o para vós”.

10 - Enquanto foram comprá-lo, veio o noivo. As que estavam preparadas, entraram com ele para as bodas, e fechou-se a porta.

11- Depois vieram as outras virgens e disseram: “Senhor, Senhor, abre-nos a porta”.

12- Mas ele respondeu: “Em verdade, em verdade vos digo que não vos conheço”.

13- Portanto vigiai, pois não sabeis nem o dia e nem a hora em que o Filho de Deus há de vir.

Desde Soldadinhos de Deus, da Religião Divina, aprendemos que tais lamparinas são acesas por nossas Boas Obras, naturalmente inspiradas Naquele que se proclamou a Luz do Mundo: “Eu sou a Luz do Mundo, quem me segue não andará em trevas, pelo contrário, terá a luz da Vida” (João, 8:12).

Portanto, Jesus apresenta-se, em Seu Evangelho-Apocalipse, como essa Luz, e Ele nos concede Sua Luminosidade espiritual sempre que agimos sob Sua inspiração — daí a importância do estudo e da vivência de Suas lições em Espírito e Verdade, à Luz de Seu Novo Mandamento —, estamos acendendo. Com isso, acendemos essa lâmpada, que nos aponta em direção a Ele. Ou seja, nos permite reconhecer sua Frequência e, nela, encontrar as soluções naturais para os problemas enfrentados pela humanidade.

+ Estude conosco: Igrejas Ecumênicas da Religião Divina

A Volta de Jesus nos corações

Então, preparar-se para a Volta de Jesus é muito mais do que ficar em ansiosa ou ociosa expectativa; é antecipá-la em nossos corações por meio da vivência de Sua Ordem Máxima, Sua Palavra de Paz*, que por si concretiza essa volta em nós, porque Ele disse:

“Amai-vos como Eu vos amei. Somente assim podereis ser reconhecidos como meus discípulos” (João, 13:34 e 35).

É Jesus renascendo, voltando em nossa Alma, em seu sentido espiritual, além do sentido literal, como esclarece o Irmão Paiva Netto, Presidente-Pregador da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, em seu livro As Profecias sem Mistério, ao comentar o entusiasmante versículo sétimo, do primeiro capítulo apocalíptico:

Eis que Jesus vem com as nuvens, e todos os olhos O contemplarão, até mesmo aqueles que O traspassaram. E todas as nações da Terra se lamentarão sobre Ele. Sim. Amém.

O que expressa o fato de vir Jesus sobre as nuvens, além do entendimento literal aqui descrito?

Exprime que, quando Ele voltar, todas as coisas Lhe devem ser devolvidas, não somente a Religião, mas também a Política, a Filosofia, a Ciência, a Economia, a Arte e tudo o mais, porque estes foram talentos que o Senhor da Seara deixou com Seus servidores de forma que os multiplicassem, enquanto Ele saía numa viagem. Na volta, concedeu a cada um de acordo com as próprias obras de cada um: aos que cumpriram seus compromissos, o prêmio da honra; aos que os desprezaram, a sanção correspondente (Parábola dos Talentos - Evangelho de Jesus, segundo Mateus, 5: 1 a 13. Na Seara de Deus não pode prosperar o crime da impunidade, que a tantos malefícios tem arrastado povos inteiros.

“Eis que Jesus vem com as nuvens”, quer dizer, vem no Alto, para onde nós, qualquer que seja nossa crença, ou descrença, devemos elevar todas essas coisas que têm sido conspurcadas pelo escárnio de alguns, para receberem a sua iluminação. É tempo de a Humanidade olhar para cima. “Jesus é o Sol da Caridade”, ensinava Zarur, e eu completo assim: E por ser divino, não provoca sombras.

(...)

Eis que Jesus vem com as nuvens, e todos os olhos O contemplarão (Apocalipse, 1:7), isto é, vem elevar a Religião, a Ciência, a Política, a Filosofia, a Arte, a Economia, o Esporte e tudo mais a essa iluminação que desce do Alto, trazida por Ele na Sua Volta magnífica, literal ou espiritualmente realizada.

* “Uma Palavra de Paz” – Assim o jornalista e escritor Paiva Netto enunciou em seu artigo “Paz para o Milênio”, destinado aos representantes dos países membros das Nações Unidas, o Novo Mandamento de Jesus.  “Novo Mandamento vos dou: amai-vos como Eu vos amei. (...) Não há maior Amor do que doar a própria vida pelos seus amigos” (Evangelho, segundo João, 13:34 e 15:13).

+ Confira as ações da Religião do Terceiro Milênio

Inspiração Divina e a nossa prática diária

Elevar, iluminar, sublimar. Fazer brilhar o que há de melhor em nós para que, onde nós estivermos, os resultados também irradiem essa luz que aponta para o Cristo, para a Sua Volta Triunfal.

Isso significa dizer, no mínimo, que cultivemos relações mais fraternas, mais solidárias, nas tomadas das decisões. O que implica substituir em nós, em primeiro lugar, os sentimentos de mágoa, revolta, ódio, vingança e desespero pelos sentimentos perdão, pela perseverança, justiça e confiança em Deus (que é Amor), portanto, pela Esperança.

Essa transformação começa primeiro nos nossos pensamentos, por meio da prece constante, da meditação, do estudo da Bíblia Sagrada, do Evangelho-Apocalipse, da busca pelo ensinamento moral, ético, dos fenômenos espirituais, humanos e sociais. É pensar: “Como Jesus veria isso que eu estou vendo?”

Como Jesus veria essa situação?

Depois, pelas nossas conversações, pelo que transmitimos, comunicamos, a partir dessa postura espiritual elevada, desse conteúdo revolucionário chamado Novo Mandamento de Jesus, que nos inspira à ação. É se questionar: O que o Cristo Ecumênico, no seu Santo Evangelho, diria nesta situação? Que conselho Ele daria? Que caminho percorreria para nos elevar à compreensão de tal assunto?

O que Jesus aconselharia nesta situação?

E por fim pelas nossas ações, ou seja, é preciso colocar em prática os ensinamentos de Jesus, vivenciar o Bem, experienciar a Caridade Completa (Espiritual e material), verificar seus resultados no dia a dia, no nosso coração, sem esperar retorno o reconhecimento humano, e conciliar pelo Bem, pelas Boas Obras, os pensamentos mais díspares. O que o Senhor, Jesus, ó Divino Estadista, faria no meu lugar?

O que Jesus faria no meu lugar?

O Rebanho Único de Jesus

De acordo com os ensinamentos da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, o Rebanho Ecumênico de Jesus, uma das profecias de Sua Volta, será formado “pelas boas ovelhas de todos os rebanhos humanos.

Portanto, todos aquele que buscam o Bem, cada um por caminhos diferentes, independentemente do caminho trilhado, farão parte do Rebanho Único do Cristo de Deus, Jesus.

O Irmão Alziro Zarur, em seu poema do Ecumenismo Total, já afirmava: "Todos procuram o Bem, por diferentes caminhos".

Assim, se na perspectiva humana, preparar-se para algo implica planejar, prever, antecipar possíveis riscos e tomar decisões, preparar-se para a Volta de Jesus pode também ser compreendido como manter-se sob Sua Divina Inspiração e, consequentemente, proteção. Isso significa aumentar a confiança e a Fé Realizante em Jesus.

Convictos de que tudo o que fazemos repercute em nosso futuro espiritual, tanto individual quanto coletivo, pois "a cada um será dado de acordo com as suas obras"(Evangelho de Jesus, segundo Mateus, 16:27 e Apocalipse de Jesus, 22:12), como ensinou Jesus.

Essas providências não visam apenas à salvação individual, mas também ao auxílio mútuo, contribuindo para a transformação coletiva, trazendo o “Reino de Deus”, conforme anunciado na Sétima Trombeta do Apocalipse.

“O Reino do mundo se tornou de nosso Deus e do seu Cristo, e Ele reinará pelos séculos dos Séculos. Amém.” (Apocalipse, 11:15).

Preparar os caminhos para a Volta Triunfal de Jesus é o Supremo Objetivo da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, visando à formação de “um só rebanho para um só pastor”, que é o próprio Salvador de toda a humanidade e fundador do planeta Terra: Jesus. 

É dever de todos os que querem se preparar para a Volta de Jesus, o acontecimento mais feliz da humanidade, trabalhar pela paz e por dias melhores. E para essa concretização, temos como inspiração, motivação e exemplo as palavras e os atos Daquele que, no seu Evangelho-Apocalipse, cura, ampara, alimenta, salva, educa, liberta e, acima de tudo, espiritualiza as criaturas com sua ressurreição e Volta Gloriosa.

“Então, que cada um faça a sua parte, apresente a sua contribuição fiel para que naquele dia possamos fitar os olhos do Cristo de Deus sem baixar as nossas cabeças, como propunha Alziro Zarur. Os que acreditam na Sua palavra e labutam pela Sua Volta Majestosa vão levando essa tocha por todos os setores da vida humana. Espalham, dessa maneira, a Sua luminosidade nos campos do saber. Sejam eles da Religião, da Filosofia, da Política, da Ciência, da Economia, da Arte, dos Esportes, de maneiras tão diferentes, inusitadas mesmo, que somente o Pai e o Filho conhecem. Os caminhos do Misericordioso Mestre são abertos de inúmeras formas, sob as bênçãos do Seu Santo Evangelho e do Seu Apocalipse Redentor. Ele possui mecanismos que ignoramos, mas que funcionam porque Ele sabe o que faz: o Governo da Terra começa no Céu.” (Paiva Netto, em  Jesus e a Cidadania do Espírito, páginas 141 e 142).

Afresco belga do século XIX

Título da obra: Jesus curou.

Ao iniciarmos a leitura, questionamos como você se sente ao ler o enunciado em saber que: “JESUS ESTÁ CHEGANDO!’.

O nosso objetivo é fazê-lo refletir sobre a importância de nos prepararmos para a Volta de Jesus diariamente.

Dessa maneira, quando o tão esperado dia chegar — e inevitavelmente chegará —, poderemos encarar Jesus de cabeça erguida, conscientes de que realizamos nossas ações no Bem, movidos pelo amor a Jesus e à humanidade.

+ Quer conversar conosco e entender mais sobre o assunto? Estamos à disposição!

+ Estude ainda mais com os artigos de Paiva Netto:

Volta de Jesus e Família Humanidade
Jesus, o Cristo Ecumênico, o Divino Estadista, e Sua Volta Triunfal
Fim dos Tempos, a Paz e a Volta Triunfal de Jesus

Avalie este conteúdo