Sala Nair Torres: exemplo de coragem e trabalho

As Mulheres Legionárias na vanguarda da atuação solidária

Da Redação
|
26/01/2021 às 17h45 - terça-feira

A Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo sempre contou com o apoio de valorosas mulheres na construção de "um Brasil melhor e uma Humanidade mais feliz", isso porque seu presidente-pregador, José de Paiva Netto, incentiva a participação feminina em todas as ações solidárias nas Instituições da Boa Vontade.

Divulgação

Visita Fraterna da equipe do Departamento de Assistência Espiritual (DAE) da Religião Divina, em Araruama, RJ, no lar "Recanto dos Girassóis", no ano de 2019.

Criação da Sala Nair Torres

Sempre atentas aos rumos da Instituição, as mulheres costumam se reunir para organizar eventos nas Igrejas Ecumênicas da Religião Divina e promover ações fraternas, visando a expansão da doutrina ecumênica e a sustentação das ações das Casas de Deus.

Então, o Irmão Paiva, grande incentivador do Movimento das Mulheres Legionárias, dedicou a elas a Sala Nair Torres, inaugurada por ele em 30 de janeiro de 1991, portanto, há 30 anos, na cidade de São Paulo, SP.

Com o tempo, a Sala Nair Torres começou a ser criada em diversas localidades onde existe a atuação das Cristãs do Novo Mandamento de Jesus. Atualmente, o ambiente existe em 28 das Igrejas Ecumênicas da Religião do Terceiro Milênio.

Veja as adaptações no período de distanciamento social

Nessa época de pandemia, as atividades ocorrem em novo formato e se multiplicam sem perder o entusiasmo legionário presente nessas valorosas mulheres de Boa Vontade.

Na foto abaixo, confira algumas dessas ações, a exemplo de encontros e celebrações por meios digitais, produção de itens artesanais feitos nas casas - inclusive, confecções de máscaras de proteção facial -, atividades culinárias, entre outras.

Todas as atividades desenvolvidas ajudam a apoiar a Religião do Terceiro Milênio financeiramente e a auxiliar pessoas em vulnerabilidade social ou que precisam de apoio espiritual:

O trabalho das Mulheres Legionárias na Religião Divina não para! Durante a pandemia, em 2020, muitas ações foram realizadas, como: 1 - Estudos Bíblicos; 2 - costura e artesanato para a arrecadação de recursos; 3 - promoções diversas e; 4 - ação de valorização e conscientização da mulher no Outubro Rosa, mês do Dia Mundial de Combate ao Câncer de Mama. 

O nome da sala foi escolhido em homenagem à saudosa Irmã Nair Teixeira Torres (1920-1982), exemplo de dedicação à Seara do Cristo. 

Apaixonada pelo trabalho voluntário nas Instituições da Boa Vontade, ela realizava diversas atividades, como campanhas de rua, manutenção das dependências, preparo da alimentação coletiva e ainda achava tempo para escrever belas letras de música, a exemplo de O Santo de Assis (“Poverelo, amigo,/ Luz da eternidade,/ Rogai sempre a Jesus/ Pela Legião da Boa Vontade”), melodia de Darcy Augusto Malheiros (1923-2012).

Como brada a Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, “os mortos não morrem!”, por isso, após seu retorno à Pátria da Verdade, nossa Irmã continuou a escrever lindas composições, como Sintonia (“Nosso canto é de raça,/ É de garra, é de luz!/ Não há outra riqueza/ Que a de servir Jesus!”), melodia de Edno Raymundo da Rosa (1926-2003).

Muitas de suas canções são interpretadas pelo Coral Comunitário Nair Torres, formado, em sua maioria, por Veteranas Legionárias, as quais também expressam sua devoção ao Ideal da Boa Vontade por meio do canto. Com muito entusiasmo, as mulheres encantam o público durante as apresentações nas Cruzadas do Novo Mandamento de Jesus e em eventos externos, propagando a alegria, o alto-astral e o Amor de Jesus, o Cristo Ecumênico, o Divino Estadista.

Vivian R. Ferreira
Apresentação do Coral Comunitário Nair Torres, da LBV, em Brasília, DF, durante as comemorações dos 30 anos do Templo da Boa Vontade, em 2019. 

Homenagem às Mulheres Legionárias

Tendo em vista o exemplo de Fé Realizante da Irmã Nair Torres, na data de criação da sala que leva seu nome, as Instituições da Boa Vontade também fazem uma justa homenagem a todas as Mulheres Legionárias do Brasil e do mundo, da Terra e do Céu da Terra.

Afirma Paiva Netto:

“(...) Na Legião da Boa Vontade, na Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, na Fundação JPN e na Associação Boa Vontade, todo dia é dia da mulher de real Boa Vontade, cujo exemplo de coragem encontramos no Evangelho do Cristo, segundo João, 19:25, que relata o apoio das mulheres por Ele recebido, que estavam acompanhadas unicamente pelo Discípulo Amado, na derradeira hora, no momento da Sua crucificação: ‘E diante da cruz estavam a mãe de Jesus, a irmã dela e também Maria Madalena, e Maria, mulher de Clopas’. Essas heroínas, no instante supremo da dor, não O abandonaram, permanecendo ao Seu lado, num inaudito sinal de bravura. Nenhuma ação humana pode, decisivamente, progredir sem o auxílio, reservado ou público, das mulheres. A História está repleta de comprovações”.

Música Legionária

A formação do Coral Comunitário Nair Torres, da LBV, coro composto, em sua maioria, por vozes de aguerridas mulheres da melhor idade é outro exemplo da dedicação legionária feminina. Com muito entusiasmo, elas encantam o público durante suas apresentações, propagando a alegria, o alto-astral e o Amor de Jesus, o Cristo Ecumênico, o Divino Estadista.

Venha ser feliz na Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo!

Participe você também das atividades promovidas pela Religião do Amor Universal e faça parte das ações das Mulheres Legionárias, sempre atuantes no Bem! Nossos serviços religiosos, por conta da pandemia do novo coronavírus, continuam pelos meios digitais e para mais informações, ligue: 0300 10 07 940 (custo de uma ligação local mais impostos).

Avalie este conteúdo