Que tal doar um pouco do seu tempo por um mundo melhor?

Danielle Tonin de Almeida
|
06/12/2011 às 20h15 - terça-feira

Quem nunca se viu numa situação em que precisou dizer confortadoras palavras a uma pessoa querida que passava por um desafio? Ou "dar uma mãozinha" num trabalho pesado que estava para ser concluído? E mais, sentiu uma serena paz, seguida de um sentimento de gratidão sincero, após agir em momentos assim?


Você que já passou por alguma dessas circunstâncias ou por outras parecidas – em que, simplesmente pela sua boa disposição e força de vontade, pôde contribuir com algo ou alguém – então viveu a experiência do trabalho voluntário.
Ser um voluntário, ação amplamente divulgada nos dias atuais , é muito mais do que receber reconhecimento de alguém ou ganhar status por se dedicar a algo para além das atividades corriqueiras. Ser um voluntário é agir conforme o exemplo de Jesus, o Cristo Ecumênico, que, por Amor ao próximo, doou a Sua Vida pela Humanidade: "Não há maior Amor do que este: doar a própria Vida pelos Seus amigos" (Evangelho segundo João, 15:13).

José Gonçalo

BRASÍLIA, DF — Neste feriado prolongado voluntários formam o Mutirão do Plantão de Assistência Espiritual Caridade Completa, na frente do Templo da Boa Vontade prontos para sair e realizar as visitas fraternas aos lares, hospitais e casas de repouso em várias cidades do DF com o objetivo de levar amparo e conforto espiritual às pessoas.


Esse Amor exemplificado pelo Divino Mestre é o Amor Fraterno, o Amor Solidário Divino, que incondicionalmente pode ser vivido e sentido por todos. Ele é o que move um voluntário que dispõe, humilde e corajosamente de seu tempo, para agir em prol do seu semelhante. Isso porque entende que todos passamos por desafios que precisam ser suplantados e que, ao dedicarmos parte de nosso tempo ao auxílio do outro, nos engrandecemos e encontramos forças para superar também as nossas próprias lutas.


O Irmão Presidente-Pregador da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo José de Paiva Netto, nos ensina que é preciso assimilar a suprema vocação de servir, para que alcancemos o "status de criaturas úteis à comunidade", e então, novos caminhos nos são abertos por Deus. Ou seja, dedicar um tempo de nossa rotina em prol do bem-estar de alguém é contribuir para a melhora do mundo. Afinal, cuidar do ser humano é cuidar da transformação do planeta, pois é em cada indivíduo que começam as mudanças ou se sustentam antigos hábitos.


Ainda sobre o servir, no livro Em Pauta, Paiva Netto ensina que ao nos voluntariarmos pela Boa Vontade para com o próximo, "o aprendizado ganho nos apontará reais benefícios à medida que nos integramos no sagrado ato de estender a mão aos que precisam (Evangelho de Jesus segundo Mateus, 10:8)". Por isso, quem se dispõe ao voluntariado por uma causa justa, sente em seu coração os benefícios de poder fazer o Bem e se sentir realmente útil.

Pedro Periotto

SÃO PAULO, SP — Vovôs e vovós recebem muito carinho e atenção dos Jovens Legionários durante atividade do Departamento de Assistência Espiritual (DAE) da Religião do Terceiro Milênio.


E cumprindo sua missão de "Salvar Vidas e Almas para Deus", a Religião Divina oferece a todos a oportunidade de integrar-se ao Diaconato, desenvolvendo atividades militantes para os jovens do corpo e também aos jovens da melhor idade, possibilitando a realização da caridade material e espiritual, que conforme define o Irmão Paiva, trata-se da Caridade Completa. A respeito do assunto afirmou: "Não basta portanto dar o pão material, que depois pelo corpo é lançado fora... Necessário se faz também atender às carências do Espírito de forma que ele, mesmo quando reencarnado, descubra as qualidades que, como Templo do Deus Vivo, traz dentro de si próprio" (em Diretrizes Espirituais da Religião do Terceiro Milênio, p.218).


Com a palavra, os voluntários!

Na palavra de quem atua voluntariamente por um mundo melhor, há inúmeros motivos para continuar agindo:
"Ajudo em ações da Juventude Ecumênica Militante da Boa Vontade de Deus, participo de mutirões de doação de sangue e tantas outras atividades da Religião de Deus porque me sinto bem em ajudar de alguma forma, me sentindo útil." (Artur Rio, São Paulo/SP)
"Procuro participar sempre de diversas ações, panfletagens educativas e campanhas de valorização do ser humano e seu espírito eterno, como pela Paz no trânsito, com a campanha ‘Vá sem pressa, faça uma prece’, da Religião de Deus, e campanhas pela preservação da Natureza. Faço também a Campanha de Entronização do Novo Mandamento de Jesus nos corações de Boa Vontade, levando a mensagem irrestritamente Ecumênica da Religião de Deus a muitas pessoas, pois assim levamos o conforto a outros corações, contribuindo para um mundo mais fraterno e mais humano. E canto voluntariamente também nos Corais Ecumênicos da Religião Divina." (Vanusa Ribeiro, Uberlândia/MG)


Somando forças por um mundo melhor


Como vimos, o simples ato de nos doarmos em favor de quem precisa nos faz olhar além do nosso universo pessoal, contribuindo para vencermos o egoísmo e o desânimo. Falamos tanto da Paz que queremos ver reinar em todo mundo, então, por que não começar a construí-la por meio do trabalho voluntário na expansão da mensagem de Jesus, esclarecendo e confortando a Humanidade? Aos poucos, vamos somando forças para despertar a humanidade que há em nós, transformando o mundo em que vivemos.

Arquivo

CAMPINAS, SP — Militância Jovem leva a mensagem ecumênica da revista Jesus Está Chegando!, edição 118, aos moradores da cidade. Jovens de todas as idades saíram às ruas expandindo a Boa Nova do Cristo Ecumênico no dia em que se comemora os 58 anos de trabalho do presidente-pregador da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, José de Paiva Netto, na Seara da Boa Vontade.


A principal característica do Diaconato é sua atuação por Amor ao próximo, a partir de um compromisso assumido com a Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo. Ela está presente em todas as ações militantes da Religião do Amor Universal; visitas com o Departamento de Assistência Espiritual da Religião Divina a abrigos e lares de crianças e idosos, dos corais e bandas legionários, das Campanhas de Entronização do Novo Mandamento de Jesus nos corações de Boa Vontade, das mobilizações sociais, entre outras ações de engrandecimento moral e espiritual do próximo e de nós mesmos.


Nas Diretrizes Espirituais da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo vol. I, p. 224, Paiva Netto ressalta: "A influência da Caridade não tem limites. DEUS, que nos governa, é Caridade". E é por intermédio desse poderoso instrumento que cumprimos nossa missão na Terra e encontramos a verdadeira Felicidade, mesmo nos momentos que parecem mais difíceis. E Caridade, na visão revolucionária da Religião do Amor Universal, não se resume ao valioso amparo material a quem enfrenta graves privações sociais e econômicas. A Caridade Completa, que desejamos viver, se ocupa também do amparo espiritual a quem sofre, para que a pessoa tenha condições de se reerguer e construir para si, com a proteção de Deus, uma vida de fato feliz.


Um convite para transformar a vida


Seja você também, amigo leitor, amiga leitora, um Diácono ou uma Diaconisa da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo. Procure a Igreja Ecumênica mais próxima de sua casa e se apresente para fazer o Bem, recebendo todo o preparo necessário para a realização de atividades que beneficiam a Humanidade, a partir de seu gesto voluntário.
Inscreva-se ou ligue agora mesmo para: 0300 10 07 940 (custo de ligação local + impostos).

Avalie este conteúdo