O silêncio: oportunidade de diálogo com o Criador

Da Redação*
|
01/10/2014 às 18h00 - quarta-feira

Vivemos cercados por tanto barulho que muitas vezes não nos damos conta da balbúrdia que pode também estar em nosso interior. Como conquistar a tranquilidade de Alma mesmo diante da agitação das cidades, do tumulto cotidiano, da pressão impelida pelos afazeres? A Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo nos ensina a entrar no Silêncio do Pai Celestial para Dele receber a Paz em todas as circunstâncias da vida.

Vivian R. Ferreira
SÃO PAULO, SP — Jovens acompanham a Oração Ecumênica proferida por Paiva Netto, na conclusão do evento.

O silêncio é uma riqueza espiritual que temos intrinsecamente dentro de nós, portanto, independe do estado exterior do mundo para podermos encontrá-lo. Quando você alcança o silêncio, é capaz de ouvir a voz do Criador do Universo e dialogar com Ele. Isto pode-se dar em qualquer lugar: no trânsito, na feira ou no deserto. Este estado de integração espiritual é fonte de equilíbrio e sabedoria que se encontra em nosso íntimo, acessível a qualquer um de nós por meio da nossa iniciativa de elevar o pensamento ao Criador.

Eleve seu pensamento ao Divino Mestre da Humanidade, fazendo uma Prece Ecumênica

O Irmão Paiva, presidente-pregador da Religião do Amor Universal, ensina-nos: “Quando entramos na Frequência Divina, o nosso coração palpita de Paz”. Isto é, por intermédio do silêncio interior somos capazes de despertar em nós a essência do Pai Celestial que nos sustenta e nos traz a tranquilidade necessária para resistir aos desafios diários. Aprendemos também, na Religião do Terceiro Milênio, que no silêncio podemos encontrar um caminho seguro para desenvolver a nossa intuição: “A Intuição Divina é, em cada um de nós, a própria Razão do Criador. Por isso, quando efetivamente a cultivamos, o Senhor do Futuro nos certifica, com antecedência, a respeito dos fatos vindouros”¹. Portanto, não podemos abrir mão deste amparo celeste, quando estamos na Sintonia do Cristo recebemos a proteção para tomarmos as melhores decisões em nossas vidas. Afirmou Jesus, no Seu Evangelho, segundo Mateus, 6:33: “Buscai primeiramente o Reino de Deus e Sua Justiça, e todas as coisas materiais vos serão acrescentadas”, versículo esse ao qual o saudoso Irmão Alziro Zarur (1914-1979), proclamador da Religião Divina, denominou como a Fórmula Urgentíssima para a Humanidade e o Irmão Paiva a conceituou como a Fórmula Econômica do Cristo. Quem entra no silêncio cumpre essa afirmativa do Cristo de Deus! Portanto, para nossa felicidade real, devemos atender aos ensinamentos de nosso Mestre, Jesus, o Cristo Ecumênico e Divino Estadista!  

Por isso, convidamos você a orar, a entrar na Sintonia de Deus, silenciando a Alma e ouvindo, atentamente, a Divina e reconfortante Voz do Senhor da Paz. Por meio da “Prece para ter Tranquilidade”, vamos falar com Deus!

Confie no poder da oração!

Eleve seu coração ao Pai Celestial! Disse Jesus: “Tudo aquilo que pedirdes em prece, crede que havereis de receber e vos será concedido por Deus” (Evangelho, segundo Mateus, 21:22). Faça seu pedido e participe da Poderosa Corrente Ecumênica de Orações da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo.

 

___________
*Com a colaboração de Paulo Azor.

1 – Publicado por Paiva Netto no artigo O Senhor do Futuro, na revista JESUS ESTÁ CHEGANDO!, edição 116, p. 15.

Avalie este conteúdo