Templo da Boa Vontade – um testemunho de perseverança no Bem!

Da Redação
|
31/08/2016 às 12h30 - quarta-feira
João Periotto

Templo da Boa Vontade

Quantas conquistas de grandes ícones da Humanidade você já conheceu? E quantos bons exemplos você já observou de seus avós, pais, tios, amigos? Todos eles tiveram algo em comum: a perseverança que os impulsionou a acreditar e lutar por uma causa justa. Seja nas descobertas da ciência ou na superação de um desafio, o poder que nasce do coração decidido em fazer o Bem é capaz de suplantar verdadeiros impossíveis. A edificação do Templo da Boa Vontade (TBV) é uma comprovação viva desse poder!

Em uma época de profunda crise econômica no Brasil, o Monumento foi erguido com a ajuda do povo que aceitou o desafio de construir um ambiente de Paz, dedicado à confraternização entre todas as religiões, culturas, etnias e nações. A proposta foi lançada por Paiva Netto, presidente-pregador da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo1, em 1985, durante o 10º Congresso da Mulher Legionária, na cidade brasileira de Belo Horizonte, no Estado de Minas Gerais.

Gilberto Bertolin

Vista parcial do 10º Congresso da Mulher Legionária, realizado na capital mineira, em 1985. Milhares de pessoas superlotaram as dependências do Esporte Clube Ginástico. No destaque, Paiva Netto comanda a entusiasmada plateia.

Desde então, muitas campanhas e atividades foram realizadas para a arrecadação dos recursos necessários. Após grande mobilização popular, em 21 de outubro de 1989, inaugurava-se o Templo da Boa Vontade, em Brasília, capital do país. Sobre um dos objetivos do Monumento, afirmou Paiva Netto: “Se há necessidade de um teto para as pessoas se protegerem das intempéries atmosféricas, urgente se faz um local que as abrigue das tormentas do sentimento, esquecidas as diferenças religiosas, ideológicas, políticas, econômicas, de modo que se refaçam espiritualmente, descansando das procelas íntimas. Todo mundo tem uma dor que não conta a ninguém, desde o mais poderoso ao mais simples dos homens, até mesmo os Irmãos ateus”.

Portanto, a perseverança está presente em cada parte deste Monumento! Uma ambiência fraterna que desperta os bons valores, fortalece a alma e renova as energias de todos os peregrinos que o visitam, religiosos ou não, para que também perseverem e vençam as suas lutas diárias.  O Cristo Ecumênico, o Divino Estadista é um exemplo inigualável de Amor, Bondade e Justiça e inspirou toda a proposta Ecumênica e de Paz do TBV. Ele mesmo já nos ensinou em Seu Evangelho, segundo Lucas, 21:19: “Na vossa perseverança, salvareis as vossas Almas”.

João Periotto
Peregrine ao Templo da Paz e renove suas energias para Perseverar em Jesus, portanto no Bem, na Paz e na Fraternidade Real.

+ Leia o artigo de Paiva Netto: Sete faces que revelam Deus

João Periotto
Peregrinos ajoelham-se diante da estátua que representa Jesus, o Cristo de Deus. Ela está na Fonte Sagrada do Templo da Boa Vontade.

 

 

Avalie este conteúdo