Cante com a gente a música "Brado de Paz"

Karine Salles
|
10/03/2016 às 14h19 - quinta-feira

 

 

 

 

O estilo alegre do afoxé e do maracatu deram o tom e o colorido para a música-tema do 14º Fórum Internacional dos Soldadinhos de Deus, da LBV. A percussão — timbal, alfaia, xequerê, surdo, agogô e conga — misturada com a flauta, acordeom e o violão fazem essa mistura dar super certo num clima descontraído e alegre. É o Nordeste trazendo toda a sua cultura para o Brasil e para o mundo =)

Por isso, convidamos você a assistir e compartilhar com toooodo mundo essa música que vai embalar o evento das crianças feito pelas próprias crianças.

BRADO DE PAZ

Música: Anthony Barcellos | Letra: Tamara Natach (inspirada em pensamento do escritor Paiva Netto)

Interpretação: Beatriz Reis, Bárbara Pereira, Ana Carolina, Coral Ecumênico Infantojuvenil e Grupo Instrumental Boa Vontade (Aracaju/SE)


Vamos desarmar os corações!
O mundo como está não dá pra ficar.
Podemos encontrar as soluções:
Pelo fim da violência, iremos cantar!

Fazer o mal não é  normal.
Por que brigar, se podemos brincar? 
O Amor que Jesus ensinou
É o caminho para tudo renovar.

Vamos desarmar os corações!
Com Amor, alegria e bondade,

Juntos, bradamos com nossas ações:
“Paz na Terra aos de Boa Vontade!”.

 

ESPERAMOS POR VOCÊ E SUA FAMÍLIA

Milhares de crianças participam, no dia 19/3 (sábado), da abertura do 14º Fórum Internacional dos Soldadinhos de Deus, da LBV, que ocorrerá em várias cidades do Brasil e do exterior. Promovido pela Legião da Boa Vontade, o evento que inaugura uma série de atividades e reflexões sobre o tema “As crianças e a construção da Paz, pelo fim da violência!”, será protagonizado pelos próprios Soldadinhos de Deus, como são carinhosamente chamadas as crianças na Instituição.

Com o objetivo de promover o protagonismo infantojuvenil, o educador Paiva Netto lançou o Fórum Internacional dos Soldadinhos de Deus, da LBV. A iniciativa visa incentivar as crianças a utilizar a criatividade e a aprender a refletir sobre temas atuais da sociedade incluindo nas ações a vivência de valores éticos, ecumênicos e espirituais. Ele recomendou aos pequeninos que pedissem inspiração a Jesus, Patrono do evento, para alcançar o sucesso dos propósitos do debate e ainda declarou: “Temos de mostrar que um pensamento infantil é um pensamento que nos dá perspectiva de um mundo melhor (...). As crianças vão ter a oportunidade de manifestar-se (...) porque precisam aprender a se defender (com Amor e inteligência, alicerçados na Espiritualidade Ecumênica)”.

Avalie este conteúdo