25 anos de trabalhos práticos do centro espiritual universalista - o CEU da Religião Divina

Da Redação
|
06/01/2017 às 14h00 - sexta-feira

Paiva Netto iniciou a Revolução Mundial dos Espíritos de Luz, anunciada por Zarur em dezembro de 1953.

Francisco Periotto

Na foto, vê-se o presidente-pregador da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, José de Paiva Netto, sob intensa luminosidade. Era 20 de maio de 1992, ocasião em que se encontrava em roteiro missionário pelo mundo, levando os ideais da Religião Divina. Ao sentir forte presença espiritual, imediatamente solicitou que o fotografassem. Francisco Periotto, seu assessor, conseguiu imortalizar esse instante.

Uma das grandes contribuições da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo é ajudar a criatura humana a compreender a essência e os mistérios do post mortem, isto é, da eternidade da Vida. Para esse nobre intento, promove a Revolução Mundial dos Espíritos de Luz, que tem realizado, com seu Ecumenismo Total¹, um trabalho ímpar no campo da comunicação responsável e solidária com o Outro Lado da Vida: a união consciente das Duas Humanidades (a do Céu e a da Terra).

Com a liderança e o empenho do presidente-pregador da Religião Divina, está em pleno curso, portanto, essa Celeste Marcha. Ao título de Alziro Zarur — Revolução Mundial dos Espíritos, publicado em 1953 —, o Irmão Paiva acrescentou “de Luz”, realçando, desse modo, o trabalho das Falanges Divinas.

Foi em 6 de janeiro de 1992, que o presidente-pregador da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, José de Paiva Netto, deu início à Revolução Mundial dos Espíritos de Luz, na Quarta Revelação, a Religião Divina, por meio dos trabalhos práticos do CEU — Centro Espiritual Universalista, proclamado em 5 de outubro de 1969, pelo saudoso Irmão Alziro Zarur (1914-1979).

A partir de então, começaram a suceder manifestações psicográficas, psicofônicas e de efeitos físicos, com um diferencial importante: fazer com que o ser humano busque o conhecimento das Leis Divinas e a aplicação cotidiana dos ensinamentos de Jesus, a fim de superar o medo da morte e viver com autonomia espiritual. O fato curiosamente ocorreu em 6 de janeiro daquele ano (1992), quando se comemorava o 44º aniversário da Ordem Espiritual de Jesus para criar a LBV.

+ As Quatro Fases Iniciáticas da Religião Divina

Luiza S. Vasquez

Durante o 54º Congresso dos Homens, Mulheres, Jovens, Crianças e Espíritos da Boa Vontade de Deus, realizado em dezembro de 2003, no Ginásio da Portuguesa, na capital paulista, a legionária Luiza Siqueira Vasquez, com máquina fotográfica em punho, clicou os momentos mais emocionantes do histórico evento. Para sua comoção, ao revelar a película, observou esse intenso facho de luz envolvendo Paiva Netto.

No Mundo da Verdade, o coordenador dessas atividades é o dr. Bezerra de Menezes (1831-1900), Espírito que ficou conhecido no Brasil como “o Médico dos Pobres”, sendo também político de prestígio e abolicionista de destaque no país. Essa comunicação com o Plano Superior é entendida como parte do convívio natural entre os seres que habitam a Terra, estejam eles reencarnados, estejam desencarnados, prosseguindo na sua evolução na Espiritualidade.

+ União Consciente das Duas Humanidades

Uma das premissas da Revolução Mundial dos Espíritos de Luz é demonstrar que todo ser humano é portador da capacidade mediúnica e que, para despertá-la, basta aprender a desenvolvê-la em sintonia com o Mundo Espiritual do Bem, como esclarece o Irmão Paiva. No segundo volume das Sagradas Diretrizes Espirituais da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, ele afirma que os seres humanos “são todos médiuns, mas, se não forem médiuns evangelizados e iluminados pela vivência do Novo Mandamento do Cristo — ‘Amai-vos uns aos outros como Eu vos amei. Somente assim podereis ser reconhecidos como meus discípulos, se tiverdes o mesmo Amor uns pelos outros’ (Evangelho de Jesus, segundo João, 13:34 e 35) —, que é Lei de Amor, nada mais poderão ser do que instrumentos do mal”.

Manoel de Lima

Na foto acima, é registrado o momento em que Alziro Zarur (1914-1979), no Casarão do Riachuelo, da LBV, no Rio de Janeiro, pede a Jesus um sinal de Sua presença no ambiente legionário. A data, 1º de janeiro de 1972, marcava 22 anos de fundação oficial da Legião da Boa Vontade. Eis então que uma pomba branca (no detalhe) desce do alto e pousa em cima da mesa de Zarur, ali permanecendo, mesmo durante as apresentações musicais e as emocionadas palmas do público. Quando o criador da LBV falava, a pequena ave se virava para ele; na manifestação do povo, voltava-se para este. Ainda na reprodução, pode-se confirmar o que videntes testemunharam no dia: uma concentração ectoplásmica do lado direito da ave na forma de um clarão alaranjado.

Assim, esse empreendimento de Fé Realizante banha com as Luzes Divinas as Igrejas Ecumênicas da Religião do Amor Universal por todo o país e no exterior e os diversos ambientes nos quais a Espiritualidade Elevada atua naturalmente, pondo abaixo as barreiras que separam os corações e unindo, de maneira consciente, as Duas Humanidades — a visível e a (ainda) Invisível —, para que se dê a realidade solidária anunciada ao toque da Sétima Trombeta: “(...) o reino do mundo se tornou de nosso Deus e do Seu Cristo, e Ele reinará pelos séculos dos séculos” (Apocalipse de Jesus, 11:15).

Sob a prerrogativa de que “não se faz uma revolução como esta escondendo os Espíritos”, Paiva Netto põe a Super Rede Boa Vontade de Comunicação (rádio, TV, imprensa, internet e publicações) à disposição dos Espíritos do Bem, para que eles tragam suas contribuições. O dr. Bezerra de Menezes, o dr. André Luiz, Emmanuel, Flexa Dourada, o dr. Osmar Carvalho e Silva e Nair Teixeira Torres estão entre os numerosos ativistas da Dimensão Espiritual engajados nessa união consciente das Duas Humanidades.

____________

*¹ Ecumenismo Total — Como explica Paiva Netto: "o Ecumenismo Total preconiza a fraterna aliança da Humanidade da Terra com a do Mundo Espiritual Superior e com qualquer civilização que possa haver no Espaço. Por que não?! Todo o Universo está aí para que apenas fiquemos (à exceção dos astrônomos e poetas) ociosamente apreciando?! E olhe lá, quando nos lembramos de erguer os olhos para ele... Seria pretensão de nossa parte admitir a impossibilidade da existência de outras formas de vida no Cosmos. Outro ponto: nem tudo (ou todos) que lá por fora exista tem por obrigação parecer conosco”. A expressão 'Ecumenismo Total' foi criada por Alziro Zarur.

Avalie este conteúdo