Rogai por nós, Maria Santíssima!

Carlos Eduardo Fernandes
|
05/12/2017 às 16h45 - terça-feira

“Maria Santíssima, rogai por nós!”. No sofrimento e na angústia, muitas vezes essa é a súplica do fundo do coração à Mãe de Jesus. Nas orações, pedimos que Ela interceda por nossos pedidos junto ao Seu filho Amado, Jesus.

Tela: Roberto Ferruzzi (1853-1934)

Título da obra: Maria e o menino Jesus.

Por que louvar Maria Santíssima?

A extensão de sua força espiritual foi testemunhada no Evangelho de Jesus, que retrata uma vida dedicada à nobre missão de receber o Cristo de Deus, vencendo com o Divino Mestre todas as provações que tiveram de enfrentar. Sobre essa grande figura na história da Humanidade e louvada em muitas tradições religiosas, escreve o presidente-pregador da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, José de Paiva Netto, em seu artigo “Coração de mãe não foge da Dor do Filho”

“Nunca faltarão palavras para homenagear Maria Santíssima, Mãe de Jesus, Mãe Universal da Cristandade, Mãe Cósmica da Humanidade, por toda a abnegação de seu Espírito, desde o anúncio celestial feito pelo Anjo Gabriel quando a serva de Deus soube que seu ventre seria abrigo de luz para o Salvador dos Povos (Evangelho do Cristo, segundo Lucas, 1:26 a 38). Por acreditar tanto em Seu Poder e Sua Autoridade, ela O incentivou a realizar o primeiro milagre, nas bodas de Caná (Evangelho, consoante João, 2:1 a 11). Viu os feitos divinais do Mestre Jesus crescer e, boa mãe que era, orgulhosa das maravilhas que testemunhava, ‘guardava todas estas coisas no seu coração’ (Evangelho, segundo Lucas, 2:51). E, no momento crucial do Sublime Ministério Crístico, corajosamente suportou, ao lado de seu Amado Filho, o indescritível martírio que Ele sofreu”. 

Portanto, além da perseverança que os seus exemplos nos inspiram, observam-se também muitos ensinamentos para a educação dos filhos e a condução das famílias. Ao receber o Divino Mestre em seu ventre, mesmo nas condições aparentemente adversas, Maria exemplifica, por exemplo, a valorização da vida desde a sua concepção. Aliás, na Boa Nova de Jesus, segundo Lucas, 1:46 a 55, encontramos uma maravilhosa prece que por Ela foi proferida alguns dias após o Anjo Gabriel ter anunciado o Nascimento de Jesus. Isso é uma clara demonstração de confiança no Amparo Divino, que nunca falha, mesmo diante dos maiores desafios. Leia na íntegra essas iluminadas palavras da Mãe de Jesus, que o Irmão Paiva fez constar em sua obra literária Ao Coração de Deus — Coletânea Ecumênica de Orações, nas páginas 102 e 103:

Gabriel Estevão

Ao incentivar o Divino Mestre a fazer o Seu primeiro milagre, podemos tirar dentre os ensinamentos a inspiração aos pais para que guiem seus filhos no cumprimento de suas missões espirituais na Terra, portanto, na realização do Bem ao próximo.

E no testemunho da crucificação do Cristo, inúmeras lições são tiradas. Reflitamos, por exemplo, sobre como a Mãe de toda a humanidade encoraja os que enfrentam obstáculos no cuidado e na proteção de seus tutelados a perseverarem. As dificuldades podem surgir no campo da saúde, das finanças ou na formação do caráter de cada um deles, entretanto, confiemos no exemplo de Maria para superá-los pela força do Amor.

Amparo de Maria Santíssima aos sofredores do mundo espiritual

Ela é uma Referência da Espiritualidade Superior, pois O seu trabalho continua no Mundo Espiritual, amparando, inclusive, aqueles que sofrem imensamente por terem tirado a própria vida. Daí o suicídio nunca ser solução, a vida é eterna e cometer esse erro traz graves consequências ao espírito!

+ Faça um pedido de oração. Coloque o seu nome ou o de alguém pelo qual você quer orar!

Para amparar os sofredores no mundo espiritual, ela dirige a “A Legião dos servos de Maria”, conforme relatado no livro Memórias de um suicida, de autoria do Espírito de Camilo Cândido Botelho e psicografia da médium Yvonne do Amaral Pereira. A obra transformada em radionovela, por iniciativa de Paiva Netto, relata o que os espíritos suicidas sentem no além-túmulo, apresentando os horrores de uma morte antes do tempo. Portanto, é uma importante lição de arrependimento e renovação.

Em meio a esse cenário de tormento, angústia e aflição, atua a Mãe Santíssima. Sob o comando desse Nobre Espírito, equipes de trabalhadores do Mundo Espiritual Superior visitam e resgatam os espíritos sofredores no Vale dos Suicidas, local onde residem aqueles que, ao tentarem fugir de seus problemas, permanecem vivos do “outro lado da vida”.

Maria Santíssima: Abnegação e Caridade

Em seu livro Sagradas Diretrizes Espirituais da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, volume 3, página 163, Paiva Netto traz trechos desse emocionante relato espiritual:

"Sobrepondo-se, no entanto, a tão lamentável acervo de iniquidades, acima de tanta vergonha e tão rudes humilhações, existia, vigilante e compassiva, a paternal misericórdia do Deus Altíssimo, do Pai justo e bom que 'não quer a morte do pecador, mas que ele viva e se arrependa'. (...)

“Periodicamente, singular caravana visitava esse antro de sombras.

"Era como a inspeção de alguma associação caridosa, assistência protetora de instituição humanitária, cujos abnegados fins não se poderiam pôr em dúvida. (...) Senhoras faziam parte dessa caravana. Precedia, porém, a coluna, pequeno pelotão de lanceiros, qual batedor de caminhos, ao passo que vários outros milicianos da mesma arma rodeavam os visitadores, como tecendo um cordão de isolamento, o que esclarecia serem estes muito bem guardados contra quaisquer hostilidades que pudessem surgir do exterior. Com a destra o oficial comandante erguia alvinitente flâmula, na qual se lia, em caracteres também azul-celeste, esta extraordinária legenda, que tinha o dom de infundir insopitável e singular temor: Legião dos servos de Maria”.

+ Saiba mais e adquira a radionovela Memórias de um Suicida, uma lição de arrependimento e renovação. 

Tela: Jesus Mafa - 1973

Detalhe da obra: Maria e o menino Jesus.

Faça sua súplica a Maria, Mãe de Jesus

Tela: Jean Mannheim (1862-1945)

Título da obra: Madonna indiana.

Esse coração generoso recebe os nossos pedidos. Por isso, na Religião do Terceiro Milênio, diariamente, acontece uma cerimônia pública e ecumênica em homenagem à Mãe Universal da Cristandade: a Hora do Ângelus, Hora da Ave, Maria!. Um momento para fazer sua súplica e agradecimento.

Essa reunião é realizada diariamente, às 17h45, no Templo da Boa Vontade, em Brasília, DF, e nas Igrejas Ecumênicas da Religião Divina. Às 18 horas, todos juntos acompanham a mensagem dedicada a Maria. A cerimônia é uma tradição espiritual que remonta aos primórdios da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo tendo sido iniciada no rádio pelo Irmão Alziro Zarur, seu saudoso Proclamador, devotado admirador de Maria Santíssima.

Ampliada pelo presidente-pregador da Religião do Terceiro Milênio, atualmente a cerimônia também é transmitida diariamente pela Boa Vontade TV e pela Super Rede Boa Vontade de Rádio.

Nesse momento de grande elevação espiritual são transmitidas ainda Músicas Legionárias em homenagem à Mãe Universal da Humanidade, afim de que ela interceda por nós diante de Seu Filho Amado, Jesus.

Participe desse Momento Sagrado na Igreja Ecumênica mais próxima de você!

Músicas em louvor a Maria Santíssima

Por todas as bênçãos que a Virgem Maria nos proporciona, temos Músicas Legionárias belíssimas que A homenageiam. Você pode ouvir e sentir a presença dela em seu lar, no trabalho ou em qualquer lugar que esteja:

 

+ Ouça essas e outras composições em homenagem à Virgem Maria também na página Música Legionária ou pelo aplicativo Boa Vontade Play

Clique na imagem e confira outros produtos da Religião Divina, em homenagem à Mãe de Jesus.

Programa de TV para homenagear a Mãe de toda a Humanidade

Outra forma de sentirmos a presença e o conforto que vem do coração amoroso da Mãe de Jesus, é assistindo ao Programa Ave, Maria — Um canto de Amor à Mãe Universal da Humanidade. Transmitido semanalmente pela Comunicação 100% Jesus, ele traz testemunhos do Poder da Fé Realizante e canções belíssimas rogando o amparo de Maria Santíssima. Confira os dias e horários:

- Boa Vontade TV – programa inédito aos domingos, às 11h50, e transmitido aos sábados, às 11h50, e às terças-feiras, às 19h.

- Super Rede Boa Vontade de Rádio – programa inédito aos domingos, às 11h45, e transmitido aos sábados, às 11h45, e às quartas-feiras, às 13h.

 

Divulgação
Unindo algumas das composições feitas no Programa, adquira o CD Ave, Maria! Um canto de amor à Mãe Universal da Humanidade - Vol. 1. Para adquirir, clique na imagem acima.

Que a nossa homenagem chegue ao coração bondoso dessa Alma Bendita. Porque Maria Santíssima roga por nós, por toda a eternidade!

Avalie este conteúdo