Laços Familiares entre irmãos e suas origens espirituais

Bárbara Bigas
|
06/02/2018 às 14h10 - terça-feira

Você, talvez, já deve ter parado para pensar sobre o porquê de ter nascido na sua família. Ou mesmo, o porquê de ter mais afinidade com algumas pessoas do que com outras. E quando nós não nos “damos bem” com certas pessoas dentro do nosso próprio lar...? Aí, pode gerar uma confusão de sentimentos quanto aos nossos laços familiares, os quais podem ter nascido em outras vidas, através da Lei da Reencarnação, e que se refletem na convivência dentro de casa.

Shutterstock

Aprendemos com o presidente-pregador da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, José de Paiva Netto, que: “Reencarnação não é punição, mas oportunidade que Deus concede a todas as criaturas".

Ao refletirmos sobre esse pensamento, vemos que ele se encaixa também na convivência diária, quando falamos de laços familiares entre irmãos, e que para aquelas pessoas que enfrentam desafios nesse tipo de relação, é difícil de compreender o motivo de existir um contato tão complicado. 

Laços Familiares: a convivência no lar

A explicação para isso é que, acima de todas as coisas, trata-se de um planejamento feito no Mundo Espiritual, firmado nas necessidades, de cada Espírito, em evoluir, aprimorar qualidades e aprender lições durante sua passagem pelo mundo terrestre. Mas que tal se aprofundar mais nesse assunto com o quadro Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo responde, da Super Rede Boa Vontade de Rádio? Confira as perguntas enviadas pelos ouvintes e as respostas trazidas pelo ministro-pregador da Religião Divina Emerson Damásio: 

1) “Os espíritos que precisam de um resgate cármico sempre reencarnam juntos, na mesma família ou podem se encontrar de outras formas, naquela existência?” 

 

2) “Eu tinha 11 anos quando minha mãe resolveu adotar a filha de um casal conhecido que faleceu num acidente de carro. Eu e ela temos apenas 2 anos de diferença, mas nunca nos demos muito bem, e isso não tem nada a ver com o fato de eu ter deixado de ser filha única... Parece uma questão de afinidade mesmo, de outra existência. Isso pode ter a ver? “

E ainda: “Eu e meu irmão não nos suportamos. Já tentei de todas as formas ser mais legal com ele, mais paciente, mais compreensiva... Mas não dá certo! Às vezes, parece que existe uma questão vibracional, de energia, entre a gente. Se, por exemplo, nós tivéssemos sido inimigos em outras vidas, isso significa que nessa existência nunca vamos nos entender e conviver bem? ”

 

3) “Eu e meu irmão pensamos e temos gostos bem diferentes, contudo, nos damos muito bem, existe uma sintonia muito grande entre nós e sinto que nascemos juntos por algum motivo. O que é curioso, porque sempre pensei que os espíritos só reencarnavam juntos se tivessem algo para resgatar entre si.”

 

4) “Gostaria de saber se alguém que volta à Pátria Espiritual em um acidente leva muito tempo para reencarnar de novo e se pode reencarnar na mesma família? ”

 

A formação espiritual das famílias

Shutterstock

A Religião do Terceiro Milênio trata constantemente do tema sobre a formação espiritual das famílias, por ser esse um passo fundamental na proteção dos lares e dos mais jovens, no que se refere aos perigos que o mundo nos apresenta constantemente. Pois quando adquirimos esse conhecimento, ganhamos mais força e discernimento para melhorar o que ainda está atrapalhando a convivência em nosso lar.

Leia mais:

+ O Planejamento Espiritual da Família.

+ Como educar a criança para o fim da violência.

Por isso, envie suas perguntas sobre esse e outros temas ao quadro “Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo responde”. Um espaço democrático e ecumênico no qual você participa e esclarece suas dúvidas a respeito das questões materiais e Espirituais que fazem parte da sua vida.

Você também pode dirigir-se a Igreja Ecumênica mais próxima de sua casa. Lá, você será muito bem recebido e encontrará as respostas que precisa, a partir dos ensinamentos fraternos do Cristo de Deus.

Avalie este conteúdo