Como aproximar as crianças de Jesus?

Beatriz Christina
|
10/08/2017 às 11h45 - quinta-feira

Nos dias atuais, é comum nos impressionarmos com a desenvoltura e com a facilidade que as crianças têm em aprender, o que nos faz lembrar do quanto o desenvolvimento na infância é fundamental para formação do adulto de amanhã. E para que essa boa formação ocorra, a Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo nos chama a atenção para o fato de que, além do conhecimento material, é preciso cuidar das necessidades e das potencialidades do Espírito Eterno das crianças. Nele, reside a individualidade, as qualidades, os valores e as emoções que caracterizam o ser.

Vivian R. Ferreira

Soldadinhos de Deus, como carinhosamente as crianças são chamadas na Religião Divina, cantam alegremente Músicas Legionárias.

O Espírito é a Parte Divina e eterna que cada um carrega dentro de si, pois fomos criados à imagem e semelhança de Deus (Evangelho de Jesus, segundo João, 4:24, e Gênesis, 1:26). Portanto, nele há todo o potencial Divino a ser despertado, mediante as nossas atitudes e integração com o Criador.

Em seu artigo É urgente reeducar!, o presidente-pregador da Religião do Terceiro Milênio, José de Paiva Netto, relembra palavras que proferiu na década de 1980. Com o subtítulo "O Buda e a Porção Solidária", registra o escritor:

"Tudo o que de bom existe no marido ou na esposa, no noivo ou na noiva, no namorado ou na namorada, no pai ou na mãe, no filho ou na filha é o que podemos chamar de Parte Divina, ou Porção Solidária, que cada criatura do Criador, sabendo ou não sabendo, possui. As pessoas infelizes são as que não procuram tal poder fulgurando nelas mesmas e nos seus semelhantes. Quando vamos ao encontro dessa Nobre Parcela, tanto em nós quanto nos outros, deparamos com a felicidade verdadeira. A partir do momento em que você alcança a Partícula Divina que habita em si própria, ou em si mesmo, adquire o privilégio de identificá-la nos demais”.​

Portanto, aproximar as crianças de Jesus, o Cristo Ecumênico, o Divino Estadista, é cuidar dessa Nobre Parcela. Pois Ele é o Divino Referencial de Fraternidade, Justiça, Respeito, União Familiar e da postura ética, decidida em não fazer o que prejudica os seres humanos ou qualquer ser vivo. O Cristo, por ser essa referência importante, que não se restringe ao campo religioso, é a fonte para o Conhecimento Espiritual e o conforto diante de qualquer desafio que a família enfrente, seja nos dias atuais ou no futuro. Então, como aproximar as crianças do Educador Celeste? Afinal, desejamos que elas alcancem essa felicidade verdadeira que nasce da alma!

+ Meu filho pode ter o Espírito mais velho que o meu?

+ Como proteger as crianças e os jovens dos perigos do nosso tempo?

Educação para o Espírito Eterno

primeiro passo é a Educação Espiritual (portanto, dos valores que são eternos e que fortalecem a Alma da criança). Promover o estudo do Evangelho-Apocalipse do Divino Mestre, criar o hábito da leitura, filmes e livros que valorizem esses bons valores e tratar dos assuntos Espirituais Ecumênicos em casa, esclarecendo aos pequeninos acerca da origem da vida, sobre quem somos, de onde viemos e para onde vamos. Isso fará com que a criança não se desespere e saiba conduzir melhor os seus sentimentos, enfrentando os desafios de uma forma diferente, mais leve e consciente, despertando em si a Sabedoria Divina que nela já reside.

Prova disso, está no relato da Cristã do Novo Mandamento de Jesus Juliane Rodrigues de Carvalho do Nascimento, mãe da Bia, de 4 anos: 

Gabriel Estevão

+ O que é Reencarnação?

A Missão Espiritual das Crianças

A Religião do Terceiro Milênio nos ensina a não ignorar a bagagem espiritual e o conhecimento que os pequeninos já trazem em seus espíritos, contudo, isto não isenta os pais e responsáveis do cuidado e proteção que devem oferecer a elas.  Não nascemos por acaso em nossos lares, existe um planejamento espiritual para as famílias. No Mundo da Verdade, antes de reencarnarem, elas mesmas confiaram a nós as suas primeiras escolhas, os seus primeiros aprendizados, as suas primeiras descobertas.

Por isso, o segundo passo para aproximá-los de Jesus: o sentido de missão. O reconhecimento de que são importantes na expansão da Mensagem Fraterna que o Cristo nos apresenta. Eles precisam se ver como os agentes transformadores das boas mudanças que almejam no Mundo, pois a expansão do Divino Mestre se dá através da fala mas, principalmente, por meio de suas atitudes e na forma como se relacionam com as pessoas à sua volta.  

Sobre a confiança que a Religião Divina deposita nos Soldadinhos de Deus, forma carinhosa com qual elas são chamadas nesta Casa Bendita, afirma o Irmão Paiva em seu livro Diretrizes Espirituais da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, volume III, p. 265:

“A Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo sempre deu grande ênfase à participação da mocidade e da infância nas decisões sobre os destinos da Humanidade. Criança faz bem aos olhos, criança faz bem ao coração. O jovem é o futuro, mas já no presente, quando se constrói o amanhã. (...)”

Confira a história da Ana Luiza que compreendeu a sua missão em valorizar os recursos mais básicos, ofertados por Deus:     

Gabriel Estevão

 

A Literatura da Boa Vontade também ajuda as crianças nessa aproximação de Jesus, pois traz o esclarecimento espiritual e como aplicar os Seus Divinos ensinamentos na vida dos pequenos, assim como narra a Cristã do Novo Mandamento de Jesus Kárita Carneiro:

 

Gabriel Estevão

 

Opções no Bem

Oferecer a Educação Espiritual e o sentido de missão são passos fundamentais, porém, eles não serão suficientes se não houver Opções no Bem, que é o terceiro passo. É preciso criar oportunidades para que as crianças coloquem em prática tudo aquilo que aprendem e assim, possam desenvolver os bons sentimentos que carregam em seus corações.

E a Religião do Terceiro Milênio oferece diversas ações às famílias, como Aulas de Moral Ecumênica (AME's). Um espaço para os pequeninos aprenderem, compartilharem conhecimento e, principalmente, pensarem em conjunto como que, mesmo ainda crianças, podem contribuir para a vivência e a expansão dos ensinamentos do Educador Celeste.

Vivian R. Ferreira

Aula de Moral Ecumênica aplicada na Sala Egípcia do Templo da Boa Vontade, em Brasília, DF. 

As AME’s ocorrem aos sábados, durante as Cruzadas do Novo Mandamento de Jesus – Reunião da Comunhão com Deus, às 16h15. Elas são aplicadas de forma divertida, lúdica e na linguagem das crianças. Todas podem participar!

Ouça essa linda e animada música interpretada pelos Soldadinhos de Deus que participam do Coral Ecumênico Infantojuvenil Boa Vontade, de várias partes do Brasil:

Leia também: 
+ Como educar a criança para o fim da violência?
+ Como falar do Mundo Espiritual para as crianças?

Venha ser Feliz na Religião Divina! 

Ofereça ao Soldadinho de Deus que faz parte da sua vida a oportunidade de estar cada dia mais próximo de Jesus! Saiba o endereço da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo mais perto de você. Se preferir, ligue: 0300 10 07 940 (custo de ligação local + impostos).

Avalie este conteúdo